quarta-feira, 23 de junho de 2010

Fôlego


Não se sacia.
Não sabe.
Não quer saber.
Foge do que não lhe traz satisfação.
Recupera a razão.
Só quer sentir-se cada vez mais mulher.

Siga o blog por e-mail