segunda-feira, 27 de junho de 2011

Terno inverno

Quando venta forte lá fora

Dá um arrepio aqui dentro também

O vento invade as frestas e entranhas

Esse frio extremo esquenta o coração

Sinto-me viva com a aura congelante que vem de todo lado e beija meu rosto

Há flores

"Há flores por todos os lados
Há flores em tudo o que eu vejo"
(Flores - Titãs)

A vida tem sido repleta de flores de todo o tipo. Desde as mais lindas e radiantes, até as desbotadas e já com pouca força.
Elas estão no amor, nas ideias e pesquisas, nos jardins das casas e até ao longo das ruas.
Há dias em que elas parecem florescer e realçar suas cores, refletindo em nossos próprios rostos sua leveza e perfume, iluminando nosso grande amor. É, elas não estão apenas em mim.
Às vezes algumas pétalas parecem desprender-se e ficar pelo caminho. Isso dói e despedaça também o lado de dentro, fazendo uma chuvinha cair.
Mas o que sempre fica é o doce perfume e o lindo colorido. Cultivaremos as lindas flores no caminho. Elas florescerão inúmeras vezes e irão compor o jardim do nosso futuro castelo, construído sobre o mais forte alicerce: nosso amor.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Reestabelecendo

Nas profundezas do meu psiquismo
Abalo-me com os acontecimentos
Choro e me entristeço
Mas impregnada do teu amor me reergo
Enxergo claramente nosso amor livre crescendo

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Sempre amor

Haja o que houver

Quando o amor for posto à prova

Ele sempre vencerá dentro de mim

Nasci para amar, sim

E por mais que eu mesma não me compreenda

Ele, o protagonista da minha vida, me fará sorrir e chorar

Talvez eu não imaginasse que seria difícil assim, nem sei

Eternizo esse momento neste poema sem sincronia

Amo-te para sempre, meu amor

Siga o blog por e-mail