terça-feira, 30 de agosto de 2011

Abrigo romântico

Quero que desprendas
De qualquer temor que sintas
Tens o teu escudo
O teu tear
["Menina da lua", na voz de Maria Rita]


Queria poder proteger-te de todo mal.

Salvar-te dos problemas de toda a ordem.

Cobrir-te com uma capa de amor, bordada a mão por mim.

Mesmo não dominando o manejo da agulha e linha, teceria-a para ti.

Na parte interna, colocaria bolsos repletos de jujubas coloridas e saborosas, para que quando os problemas surgissem, elas te proporcionarem calma e ternura, através do açúcar e das cores.

Mas se nada disso for possível, já sabes: tens meu coração.

Talvez ele, junto ao teu, transbordando de amor, já seja essa capa protetora.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Inconstâncias

De repente, cai o nível

E eu me sinto uma imbecil

Repetindo, repetindo, repetindo

["Não vale a pena", na voz de Maria Rita]


Tudo parece estar plácido e feliz.

De repente, um pequeno relâmpago dá conta de transtornar.

São as velhas feridas que ainda não cicatrizaram com a idade.

Apesar das décadas já vividas, de tempos em tempos os desatinos e arroubos juvenis voltam a atormentá-la.

E o mote é ainda o mesmo: amor e intensidade em demasia.

Causa e solução de seus problemas!


Siga o blog por e-mail