quarta-feira, 20 de abril de 2011

Declaração

Disfarcei o sorriso, mas ele estava aqui latente.

Fechei os olhos, mas o brilho ofuscante continuou lá.

Entreguei-me enfim à intensidade do sentimento que pulsa.

Surpreendi-me diante do que me parece ser a verdadeira felicidade.

1 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por expressar aqui sua opinião e seu sentimento:)

Siga o blog por e-mail