domingo, 7 de junho de 2009

100 razão

E a lua entra no carro.
O frio é levemente dissipado.
A alegria parece plena.
Mas não é como outrora.
Soa mais sensata agora.
Compreende-se cada hora.
Suportando sem demora.
Irreal, nervoso, precioso, lento.
O grito que aflora.
Belo encontro, vem de dentro.
O convite não se deteriora.
E no ar: absoluto aroma de fina flor.
Graça, luz, precioso amor.

1 comentários:

o lado B do lado B disse...

Essas poesias ....
Ah! sutileza pura!
Assim como meu amor por ti: sútil
Terno
puro!
De verdade!
De coração...
De ter certeza que vai durar pra sempre!
De certeza, de termos um ao outro eternamente....
bjeum te amo!

Postar um comentário

Obrigada por expressar aqui sua opinião e seu sentimento:)

Siga o blog por e-mail