quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Delírio real

Os olhos ansiavam pelo encontro.
A mente vagava e se perdia nos pensamentos vazios e amedrontadores.
Os ponteiros do relógio pareciam estagnar.
E quando enfim ele chegou, as lágrimas voaram sem que eu pudesse segurar.
Suspiros compassados se ouviam.
Arrebatados então pelo amor, nos reencontramos no refúgio dos apaixonados.

1 comentários:

Carolina Soares Moreira disse...

Olá, vi que vc passou lá no meu blog pra deixar um comentário...

hmm... pode deixar que eu passo sim pra ler... estou com a mente um pouco ocupada, por isso não estou postando muito, mas logo que estiver aliviada voltarei a postar

bjos

Postar um comentário

Obrigada por expressar aqui sua opinião e seu sentimento:)

Siga o blog por e-mail