segunda-feira, 20 de abril de 2009

Regalitos, recuerdos.

Um dia desses fui procurar um papel no meu quarto e acabei encontrando minha Caixinha de Recordações. Desisti de procurar o papel, esqueci de tudo quando abri a caixa.

Nela tenho guardado bilhetes, cartas, papéis de chocolate, figurinhas com dedicatória, guardanapos e tantas outras coisinhas pequenas no tamanho, amareladas, danificadas pelo tempo, mas repletas de significado para mim.

Foi inevitável conter a emoção relendo e revendo o que continha na caixa.
Depois de remexer em tudo aquilo, fiquei a pensar: não posso perder totalmente o hábito de escrever recadinhos em papel. Mesmo que as pessoas coloquem fora, acredito que ainda existem aquelas que guardam e que um dia irão achar, reler e lembrar dos bons momentos. Minha caixa não traz só palavras bonitas e declarações de amor e amizade. Existem nela também palavras engraçadas, que só fazem sentido para mim e para quem me escreveu...

Confesso que já não escrevo mais tanto para meus amigos. Acabo culpando o tempo e quando escrevo, termina sendo um e-mail, scrap ou depoimento. Coisas virtuais que se apagarão!

Com isso, me questionei também quando foi a ultima vez que escrevi algo palpável e entreguei para alguém. Percebi que não perdi totalmente o hábito: foi na Páscoa. Presenteei uma pessoa muito especial com um coelho de pelúcia e uma carta.

Para mim não basta ter uma Caixinha de Recordações na mente e no coração. Me agrada a idéia de saber que a minha caixinha está dentro do armário, já rasgadinha, amarelada, permitindo apesar do tempo, dos distanciamentos e das perdas, ter perto de mim lembranças "vivas" das pessoas que passaram pela minha vida e deixaram, literalmente, lembranças!

Contudo, o que vale é demonstrar o carinho que temos pelas pessoas, seja da forma que for.

E a propósito, você lembra de quando e para quem foi o último bilhete/carta/recado que escreveu?

1 comentários:

o lado B do lado B disse...

lembro sim....... Mas te conto em off! ( melhor assim), mas tambem sou assim como tu, adoro um bilhete! Uma carta, adoro escrever, e modestia parte acho qua faço de forma legal! grande abraço!!!!

Postar um comentário

Obrigada por expressar aqui sua opinião e seu sentimento:)

Siga o blog por e-mail