quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Fases e faces

Ela ri e às vezes também sorri.
As coisas tomam proporções que assustam levemente.
Mas é susto bom esse.
Ela vai lutar e cantar o que lhe encanta.
Ah... esses lugares que reacendem o que há nas profundezas.
E nem se explica.
Se recita.
Força peculiar esta que acompanha o meu pulsar.
E se aplica.
Emociona.
E retoma.

(A língua portuguesa formal talvez se decepcione com essa maneira de escrever. Por vezes torna-se inevitável. Mas a licença poética perdoa e logo entoa um grito de defesa ao longe a ressonar. É impossível não rimar. A rima te irrita? Desculpe, mas ela me encanta. E canta...)

1 comentários:

o lado B do lado B disse...

A rima de fato me irrita sim um pouco....
mas a tua forma peculiar de rimar me encanta...
ela canta sim....
canta docemente.

Postar um comentário

Obrigada por expressar aqui sua opinião e seu sentimento:)

Siga o blog por e-mail